10 Dicas de profissionais ao visitar um apartamento decorado

by / segunda-feira, 11 abril 2016 / Published in Notícias

Visitar um apartamento decorado é uma oportunidade para entender de forma mais concreta o que a planta do imóvel tem a oferecer. É o momento para sentir o espaço e verificar as possibilidades de ocupação, onde tudo é pensado para despertar um encantamento nas pessoas.

Por isso, é preciso ficar atento e tomar alguns cuidados na hora de visitar um apartamento decorado. Como esses espaços são pensados para convencer as pessoas a comprá-los, alguns móveis são feitos sob encomenda, com medidas que não correspondem à realidade.

Uma boa ideia é ter uma trena em mãos para medir toda a área e ter noção se os móveis existentes no antigo apartamento poderão ser aproveitados. Vale observar que nem todos os revestimentos presentes no modelo decorado estão disponíveis para ser entregues no apartamento novo. Por isso, todo o material que o cliente recebe no estande de vendas deve ser arquivado. Tirar fotos do decorado também pode ajudar a resolver eventuais problemas depois da entrega do imóvel.

Ao mesmo tempo em que existem coisas propositalmente modificadas, há soluções interessantes. Muitos truques não são necessariamente maldosos, mas boas ideias que valem ser reproduzidas. Casos comuns são espelhos nas paredes, cores que ampliam os ambientes e divisórias inteligentes que limitam espaços, mas também os integram.

Confira 10 conselhos valiosos que a Sudati selecionou para vocês:

  • Observe com calma e atenção o que será possível fazer no apartamento. Considere, inclusive, se é viável reproduzir no apê real as ideias que estão no modelo decorado.
  • Avalie o projeto de arquitetura. Veja se os cômodos são bem divididos e se levam em consideração o espaço para circulação.
  • É importante fazer um estudo das redondezas e do trânsito da região, bem como espiar qual será a vista das janelas e das varandas.
  • Examine as medidas. A profundidade dos armários, por exemplo, deve ser de, no mínimo, 60 cm. Se não tiver trena em mãos, é possível usar um cabide para testar o espaço. No caso dos armários da cozinha, a referência são os pratos rasos, que têm cerca de 40 cm de diâmetro.
  • Visite o imóvel mais de uma vez. Se possível, com companhias diferentes em cada oportunidade. Opiniões e visões distintas são sempre bem-vindas para fechar negócio.
  • Guarde o material promocional, os papéis que são entregues na hora da compra, o memorial de acabamento e não deixe de fotografar o modelo decorado.
  • Imagine a flexibilidade da planta e outras possibilidades que o espaço dá, levando em conta os planos que a família tem para o futuro.
  • Fique atento aos modelos que já têm a sala estendida (sem as paredes do terceiro dormitório). É importante saber o tamanho real que o ambiente tem sem essa alteração.
  • Pergunte, meça, sente e mexa: aproveite a visita para explorar ao máximo cada detalhe.

Se ainda restarem dúvidas e inseguranças, uma opção é levar a planta para um arquiteto de confiança analisar.

Fonte: Revista Casa e Jardim

Deixe uma resposta

TOP