Closet: saiba como projetar o seu!

by / quinta-feira, 15 outubro 2015 / Published in Notícias

Os profissionais são unânimes: em primeiro lugar o closet precisa reunir organização e acesso fácil às roupas e acessórios, além de proporcionar praticidade na hora do vestir. Um closet ideal deve ser dimensionado de forma que acomode todos os pertences de maneira organizada e facilite o manuseio.

Como homens e mulheres têm demandas distintas, o projeto precisa considerar essas diferenças. Camisas, calças, gravatas, ternos e sapatos devem ser acomodados em cabideiros, prateleiras e gaveteiros de tamanhos específicos, variando apenas de acordo com a quantidade e o espaço disponíveis.

Já o espaço feminino deve prever nichos para bolsas, mais altura nos cabideiros para vestidos longos, local para joias, maquiagem e acessórios. Em ambos os casos vale aproveitar as partes mais altas para acomodar objetos como malas e cobertores, que são usados esporadicamente.

 

i171081

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O tamanho do closet deve variar de acordo com a necessidade do morador e o espaço disponível. Áreas a partir de 5 m² já são consideradas adequadas para um closet de casal. As paredes laterais devem ter distância mínima de 1,90 m uma da outra, permitindo que a marcenaria tenha pelo menos 0,60 m de profundidade e a área de circulação fique com 0,70 m de largura, espaço mínimo suficiente para uma pessoa.

Proporção ideal

 

i171086

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Na hora de planejar cabideiros, gavetas, nichos, sapateiras e maleiro, a disposição e a quantidade de cada item são livres e dependem do perfil do usuário. Uma proporção usual divide a marcenaria em quatro partes: ½ da área é reservada para cabideiros; ¼ é destinado para gavetas e nichos para roupas dobradas; e outro ¼ para prateleiras maiores, que armazenam bolsas, sapatos e demais artigos.

Por conta do acesso menos prático, no alto dos armários deve ficar o que é menos usado, como malas de viagem, roupas grossas de inverno dobradas, chapéus e caixas. Os cabideiros e prateleiras podem ser centralizados e as sapateiras e gavetas podem ocupar o espaço inferior.

Revestimentos e marcenaria

Como este é um espaço onde normalmente o usuário está descalço, o carpete ou os tapetes são boas dicas para revestir o piso. Outra solução é acompanhar o revestimento utilizado no dormitório, geralmente confortável ao tato. Para a marcenaria o MDP e MDF são opções mais indicadas, por serem materiais modernos, resistentes, fáceis de limpar, e que não perdem tonalidade original com o tempo. Para as portas, pode-se trabalhar com os mesmos padrões utilizados na parte interna, espelhos, vidros e acrílicos coloridos.

 

i171075

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: Portal Casa&Cia

Tagged under: , , , ,

Deixe uma resposta

TOP