Micro Housing: Conheça essa tendência.

by / quarta-feira, 13 dezembro 2017 / Published in Notícias, Sem categoria

O Micro Housing vem ganhando cada vez mais espaço na arquitetura e no design, à medida em que as grandes cidades ficam cada vez mais apertadas e caras.

Com cada vez menos espaço, menos tempo e mais gente nas grandes cidades, o Micro Housing vem ganhando espaço. Essa é a tendência na arquitetura, no design e no urbanismo: aproveitar ao máximo cada espaço disponível.

Apesar de ser uma tendência mundial, em alguns países o Micro Housing está mais difundido que outros. Principalmente em países pequenos com alta densidade demográfica.

No mercado imobiliário esse fenômeno já é bem perceptível. O jornal britânico Independent relatou que a procura por apartamentos para 1 pessoa aumentou consideravelmente no Japão durante os últimos anos.

 Por lá, um apartamento de 40 m2 custa 325 mil euros (aproximadamente R$ 1.4 milhão). Esta supervalorização do metro quadrado fez com que as pessoas procurassem apartamentos cada vez menores. São as chamadas micro casas, e até mesmo os quartos-cápsulas, praticamente buracos com camas feitos só para dormir.

Foi a tendência do Micro Housing que inspirou a loja japonesa Muji a lançar uma coleção de cabanas no Japão. Em parceria com os designers Konstantin Gric, Jasper Morrison e Naoto Fusakawa, a coleção conta com micro casas de campo minimalistas e simples. Para eles, design não é apenas ornamentação e luxo. É preciso fazer coisas que funcionam e que facilitam a vida das pessoas.

No Brasil, este conceito é bem recente, mas está agradando. Em São Paulo, principalmente, as pessoas procuram cada vez mais por espaços funcionais e pequenos, por conta do custo-benefício.

De acordo com levantamento do ZAP Imóveis, a procura por apartamentos de até 30m³ cresceu 37% de janeiro a agosto deste ano, em comparação com o mesmo período de 2015. Assim, o apartamento sai mais barato e os condomínios compensam a economia de espaço do imóvel com áreas comuns com espaços para home office, lavanderia e espaços para convivência.

Micro Housing na arquitetura

Além do ramo imobiliário, este conceito atingiu também a indústria moveleira. Para valorizar os espaços, a ideia é apostar em móveis de tonalidade clara, de pinus, pois este material pode não ser muito valorizado, mas é muito funcional, assim como os pequenos apartamentos.

Fique de olho

Em 2018, fique atento aos lançamentos da Sudati, pois vem aí uma novidade perfeita para este conceito de casa pequena, que valoriza a tendência de usar madeiras claras e sutis em móveis!

Conheça mais: http://sudati.com.br/linha-mdf/produtos-mdf/

Fontes:

https://www.habitusbrasil.com/micro-housing-tendencia-veio-para-ficar/

https://correiobraziliense.lugarcerto.com.br/app/noticia/arquitetura-e-decoracao/2016/05/16/interna_decoracao,49366/designers-apostam-em-cabanas-minimalistas-para-atender-ao-mercado-de-t.shtml

Tagged under:

Deixe uma resposta

TOP